43473442-cordoano

Pantone, empresa detentora da paleta de cores mais famosa do mundo já divulgou a cor símbolo de 2014: o Radiant Orchid (Orquídea Radiante).

“Enquanto a cor do ano de 2013, PANTONE 17-5641 Esmeralda, serviu como um símbolo de crescimento , renovação e prosperidade, Radiant Orchid chega do outro lado da roda de cores para intrigar os olhos e despertar a imaginação”, explica Leatrice Eiseman , diretora executiva do Pantone Color Institute.

O tom, que é uma variação entre roxo e lilás, influencia a criação de produtos dos mais variados nichos, e estará presente nas peças  desfiladas nas passarelas mais badaladas, no segmento de beleza e até na indústria moveleira.

9250332 pantone-color-of-the-year-2014-radiant-orchid-home-decor-lighting-lamps-plus rs_560x415-131205150031-1024-pantone-radiant-orchid-items

Que tal?

Olá queridas leitoras e leitores como foi a semana de vocês? A minha foi bem corrida. Vocês devem ter percebido pela ausência de posts não é mesmo?

Pois é! Hoje venho contar uma grande novidade pra vocês com muita alegria: EU E O MARIDO ESTAMOS NOS MUDANDO PRA UM APARTAMENTO NOVO e a correria está enorme. Levando coisas de um lado para o outro, resolvendo pepinos com cortinas, adequando projeto da decoradora ao nosso gosto, às voltas com compras de móveis e eletrodomésticos, enfim…. pra quem vai se mudar já aviso. Não é fácil!

Mas vamos ao post de hoje?

Ultimamente tenho falado em móveis laqueados, espelhos, quadros, cabeceira de cama, soluções caseiras. Enfim.. tenho exposto aqui várias das minhas dúvidas pra casa nova e fazer os posts e ler as respostas de vocês acreditem: SEMPRE me ajudam a tomar decisões difíceis, sabiam?

Pois é!

Essa semana eu vim falar para vocês sobre as cadeiras de acrílico.

Queria colocar 4 cadeiras de acrílico na mesa da cozinha e estou super indecisa.

Acredito que quando o acrílico é utilizado na versão transparente, temos a impressão de que a peça não está lá, que não ocupa espaço e não cria barreira visual! Também acho que os móveis neste material dão uma super sensação de leveza! Sem contar que para limpar é só passar com uma flanelinha macia com água e sabão neutro que tá tudo certo, mas ontem o marido ventilou a possibilidade de o acrílico ser uma moda super passageira como os móveis espelhados (que eu queria muito – vejam esse post – mas hoje já nem tanto), mas mesmo assim resolvi fazer uma pesquisa e trazer pra vocês. Aguardo opinões, ok?

“Sinônimo de modernidade, beleza, leveza e sofisticação, as cadeiras de acrílico começaram a ser usadas ainda na década de 50, no qual muitos dos modelos eram assinados por designers de mobiliários, o que levava os preços às alturas.” Com a popularização do material, essas peças estão cada vez mais acessíveis (na verdade ainda é bem caro! R$350 uma cadeirinha só! Na Tok & Stok a que eu quero custa R$381).

O que acham do visual moderno?

casa-abril-com-br imagem-53 cadeira-dkr-acrilica-pcozinha-escritorio-ou-sala-de-jantar_MLB-F-4017368353_032013 cadeira_transparente_sala_de_jantar_decora_o fazer_caber_principal_1 cadeiras_transparentes_sala_de_jantar_decora_o dcasa ghost6

Eu nunca tive quadros em casa. Na verdade tive apenas um! Eu pendurei o quadro que ganhei do fotógrafo com fotos da prévia do casamento (acho que todo mundo pendura o seu em cima da cama né?) e só!

Cheguei a ganhar 2 quadros da minha mãe, mas acaba que na hora de pendurar sempre bate aquela insegurança, não é? Será que vai ficar bom? Essa é a composição certa? A má noticia é que não existe receita para ficar perfeito ou não, a boa é que existem truques que podem nos ajudar a ter uma idéia de como vai ficar o resultado final.

quadros-2

A primeira sugestão é fazer moldes de papel craft dos tamanhos dos quadros que serão pendurados, e em seguida grudá-los com durex na parede, bem onde você pretende colocar os originais. Assim temos uma idéia se a composição ficará bacana, caso queira fazer uma com diferentes pinturas ou fotografias, e se os tamanhos das peças estão proporcionais aos móveis com os quais contracenarão.

Outra sugestão é montar essa mesma composição no chão, tirar uma foto e conferir se o resultado agrada.

Na hora da escolha da obra de arte, cada ambiente pede um olhar diferente, por exemplo: no quarto do casal, vale apostar em obras com tons mais serenos e discretos, no hall de entrada pode se optar por um quadro grande que dispense outros objetos e deixe o ambiente mais neutro. Já na sala de jantar, se o quadro tiver que ser posicionado em cima de um aparador, ele deverá ser pendurado com cerca de 30 cm de distancia do móvel e com isso não atrapalhará outros objetos que estejam apoiados.

deixe-sua-casa-mais-bonita-com-quadros01 deixe-sua-casa-mais-bonita-com-quadros08 deixe-sua-casa-mais-bonita-com-quadros02 deixe-sua-casa-mais-bonita-com-quadros04

As molduras são um capítulo a parte, mas já deixo uma dica imperdível: Moldura Minuto. Pode se encontrar a loja em várias cidades do Brasil e a idéia da empresa é emoldurar quadros com qualidade, tempo e preços recordes. Que tal?

As saias de tule, são super femininas e trazem uma doçura ao visual. Hoje em dia aparecem em vários comprimentos (curta, midi, longa) e cores, acompanhadas por sapatilhas, sandálias, ankle boots e até tênis.

CUIDADO: a peça sempre agrega volume.

Escolha a sua e arrase por aí!

Bom final de semana a todas!!!

Amigas e clientes fiéis de Lenny, a apresentadora Glenda Kozlowski e a blogger Chris Pitanguy posam com peças da coleção da estilista para a C&A (Foto: Divulgação)laura neiva estrela campanha da lenny niemeyer para cea 1024x743 Confira uma prévia da coleção Lenny para C&A

lenny-para-c&a-cea-laura-neiva-making-of-max-weber-biquini-maio-moda-praia-preview-video-especial-pecas

A próxima parceria da C&A chegará às lojas na próxima semana. São 71 peças que contam com releituras de alguns best sellers da marca. Entre os produtos saídas de praia, biquínis, maiôs, acessórios, etc. A coleção, que conta com Laura Neiva como modelo, chega nas lojas no dia 03 de Dezembro, com pré-venda exclusiva nesta quinta (HOJE!), e os preços variam entre R$49,90 (top) e R$129 (vestido).

Adorei que as peças serão todas vendidas separadas, ou seja vai dar para misturar as peças dos biquínis: parte de cima lisa, embaixo estampado, tamanhos diferentes, etc. Bem legal, né?

Soluções criativas handmade podem ser lindas, exclusivas e descoladas. O que ninguém quase nunca fala é que elas podem custar caro, ter durabilidade duvidosa e um acabamento desastroso se você não tiver prática.

Não, essa postagem não é para te desencorajar a colocar a mão na massa! Se isso te faz feliz vá em frente! Esse texto não é para você!

Esse texto é para as pessoas que acham que ˜fazer em casa” ou dar um jeitinho é SEMPRE a única saída viável e a mais barata. Não é! O planejamento muitas vezes pode ser o melhor caminho.

Seguir aquele passo a passo para fazer uma mesinha que saiu na sua revista de decoração preferida pode sair bem mais caro do que comprar uma mesa pronta na lojinha do bairro. Fazer você mesmo é uma delícia, mas demanda tempo, materiais e ferramentas muitas vezes caros.

Meses atrás uma amiga resolveu fazer seu próprio bolo de noivado (alô Sarah!!!), fiquei super impressionada, corri pra perguntar quanto ela tinha gastado, se eu deveria tentar o mesmo caminho já que todo mês encomendo um bolo pro mesversário do sobrinho, mas para minha surpresa, o bolinho de 3 andares e pasta americana tinha dado um trabalhão e tinha custado o mesmo preço de um bolo encomendado. Ela não estava nem um tantinho arrependida, porque disse que foi uma fase muito gostosa, que curtiu fazer o bolo e tal e ficou a coisa mais linda do mundo!!! Mas essa história demonstra que nem sempre “fazer em casa” é a saída mais barata.

din din

No início do casamento compramos muitas coisas provisórias, muito básicas, coisas que não eram o nosso sonho nem a nossa cara, mas HOJE, depois de 5 anos de casados e de muitas conversas com o marido decidimos que sem dúvida é melhor planejar e executar um projeto final mais a nossa cara ao invés de torrar uns bons reais em algo provisório quer handmade ou não.

Toda essa história é apenas para refletirmos na hora de planejar a decoração. É preciso pensar se você vai realmente ficar satisfeita com um lustre feito com bolinhas de ping pong quando na verdade queria mesmo era aquele feito por um designer que você passou meses paquerando na vitrine da loja. Se você acha que o feito em casa resolve o seu problema, vá em frente! Compre os materiais e mãos à obra! Mas se você acredita que, mesmo assim, o lustre da loja não sairá da sua cabeça, guarde o dinheiro da fiação, das lâmpadas e das bolinhas. Assim, o lustre dos sonhos já estará um pouco mais próximo de morar na sua sala.

Nosso segundo dia com neve também foi muito bacana!

Testamos o passeio “Excursión a la Montana” da TurisTour, a maior agência de turismo receptivo de Santiago. Me pareceu uma maneira bem prática de sermos apresentados a três estações de esqui —Valle Nevado que comentei ontem, El Colorado e Farellones.

O marido fez reserva por telefone, só anotaram nosso nome e o quarto do hotel. Às 7h50 chegou o pequeno ônibus — vim a saber mais tarde que aquele era o tamanho máximo que um veículo podia ter para conseguir contornar os cotovelos da estrada da montanha. Comigo subiram mais sete brasileiros, todos desempacotados — mas, pelo que pude notar, fregueses de carteirinha de passeios organizados. Na meia hora seguinte, passaríamos em mais quatro hotéis e receberíamos os passageiros de outra van que tinha passado em outros três. Às 8h30 éramos vinte passageiros, todos brazucas.

O guia, muito bom, avisa que, para não ficarmos o tempo todo no ônibus, iremos só a duas estações, Valle Nevado (rapidinho) e Farellones (parada com mais tempo, já na hora do almoço). Antes de tudo vai haver uma parada fora das estações, para um contato mais livre — e grátis — com a neve. Em Farellones também é possível fazer aulas de esqui. Quem estiver interessado deve traçar um sanduba ou empanada em Valle Nevado, porque o tempo em Farellones não é suficiente para almoçar e fazer aula.

Já no início do caminho dá para ver que é melhor não arriscar subir por conta própria. A estrada é bastante apertada, e as curvas, fechadíssimas. Basta uma fina capa de gelo para tornar tudo megaperigoso (e obrigar ao uso de correntes nas rodas). Não há economia que valha o risco e o stress.

Vimos neve no caminho até Farellones, mas bastou passar batido pela entrada e pegar a estrada a Valle Nevado para que tudo, tudo, tudo ficasse branquinho (com exceção do asfalto).

DICA: Enquanto Valle Nevado é uma estação de esqui tipo exportação, voltada sobretudo aos turistas estrangeiros, Farellones funciona como um playground da neve para os santiaguinos. As instalações são bem mais modestas, os ingressos são mais em conta (o acesso na alta temporada custa 10.000 pesos, ou 20 dólares) e, o que é melhor: há diversões até para quem não queira esquiar ou fazer snowboard.

DSC02474 DSC02476DSC02562 DSC02484 DSC02495 DSC02498 DSC02503 DSC02529 DSC02532 DSC02540 DSC02542